Seg10152018

Last updateDom, 01 Set 2013 9am

Transcrição

Transcrição

Sexta, 27 Setembro 2013 15:17

O SILÊNCIO DAS FORÇAS ARMADAS

Algumas pessoas, açodadamente, desmerecem as Forças Armadas partindo da premissa de que caberia a elas dar um basta no desgoverno lulo – sindicalista – socialista que nos desmoraliza, despudoradamente.

Quinta, 26 Setembro 2013 15:06

MARINA E AS REGRAS DO JOGO

A Justiça Eleitoral é, ao lado da Justiça do Trabalho, uma das desastrosas invenções do varguismo. Nenhuma democracia precisa de tribunais para organizar eleições, missão que pode ser cumprida por meros órgãos administrativos.

Segunda, 23 Setembro 2013 11:22

O STF NÃO É O LIMITE

Celso de Mello fez a sua opção. Escolheu a desmoralização completa da justiça brasileira.

Sábado, 21 Setembro 2013 17:06

SERVIÇOS DE INTELIGÊNCIA

A proposta de ‘Código de Ética da Espionagem’ de Dilma é inviável. Nenhum espião pede autorização e todas as nações sempre negam que espionam.

Sexta, 20 Setembro 2013 15:50

PRÓXIMOS PASSOS DOS MENSALEIROS

 

 

E PODEM CHAMAR O CELSO DE MELLO COMO TESTEMUNHA!!!

 

 

Terça, 17 Setembro 2013 10:43

O JUIZ E A SOCIEDADE

Marco Aurélio Mello lamentou na ocasião que o tribunal que sinalizara “uma correção de rumos visando um Brasil melhor para nossos bisnetos", estivesse “a um passo de desmerecer a confiança que nos foi confiada". Irônico como quase sempre, Mello disse que já não falava em esperança de dias melhores para os filhos e para os netos.

Segunda, 16 Setembro 2013 14:39

O DILEMA DO DECANO

Recai sobre o decano do STF, ministro Celso de Mello, a pouco invejável responsabilidade de dar o voto decisivo numa questão que pode, finalmente, colocar o ponto final no julgamento do mensalão.

Para o sociólogo Demétrio Magnoli, a possível aceitação dos embargos representa “um tapa na cara do povo brasileiro”. Magnoli acredita que a votação põe em jogo a credibilidade do STF, uma vez que flexibilize um valor caro à sociedade: a igualdade perante a lei. O sociólogo critica ainda o discurso do Partido dos Trabalhadores (PT), protagonista do caso, ao expor o embate entre a “utopia” do partido com os fundamentos democráticos.

LEIA A ENTREVISTA

Sexta, 13 Setembro 2013 14:36

COISA ESTRANHA

Se o ministro Celso de Mello é “imune a qualquer pressão”, é bom questionar o voto de Rosa Weber.

  • Copyright © 2007. www.rplib.com.br . Todos os direitos reservados.

    Republicação ou redistribuição do conteúdo do site RPLIB é permitido desde que citada a fonte. O site RPLIB não se responsabiliza por opiniões, informações, dados e conceitos emitidos em artigos e colunas assinados e nos textos em que é citada a fonte.