Seg10222018

Last updateDom, 01 Set 2013 9am

José Nivaldo Cordeiro

José Nivaldo Cordeiro

José Nivaldo Cordeiro é economista e mestre em Administração de Empresas na FGV-SP. Cristão, liberal e democrata, acredita que o papel do Estado deve se cingir a garantia da ordem pública. Professa a idéia de que a liberdade, a riqueza e a prosperidade devem ser conquistadas mediante esforço pessoal, afastando coletivismos e a intervenção estatal nas vidas dos cidadãos.

Segunda, 16 Maio 2016 14:10

O BRASIL MUDOU

 

 

 

O patrimonialismo continua, claro, mas repaginado pela maligna experiência que foi o governo no PT, como aliás continuo depois de 1964, depois da igualmente experiência maligna de revolucionários no poder. O que se chama de patrimonialista é a elite que, de uma forma ou de outra, sempre conduziu os destinos do Estado.

Quinta, 12 Maio 2016 14:27

EFEITOS DA QUEDA

 

 

A era PT foi um tempo sombrio da nacionalidade e de fato ninguém esperava, até o final do ano passado, que houvesse uma saída tão rápida e pacífica do desgoverno petista.

Terça, 26 Abril 2016 14:10

A MOTIVAÇÃO DOS VOTOS

 

 

 

A surpresa é ver que alguns dos companheiros ideológicos do PT votaram pelo impeachment. Essa gente revelou ainda um elemento de sanidade e de moralidade, a despeito da ideologia. Não se pode testemunhar essas falcatruas sem tamanho do PT e deixar a coisa como estava.

Segunda, 18 Abril 2016 15:22

RAZÕES DA QUEDA

O futuro do PT é se tornar essa minoria ativista que sempre foi, talvez mais radicalizada e mais raivosa. Quanto mais radicalizada e raivosa mais perderá votos e mais minoria será. Será um partido nanico e irrelevantes, especialmente se Lula e Dilma Rousseff vierem a ser apenados pela Justiça. Seu projeto político fracassou.

Quinta, 14 Abril 2016 14:01

A RECONSTRUÇÃO

O descalabro administrativo do PT equivaleu a uma praga de gafanhotos em plena época de colheita da lavoura, a safra do Plano Real. Terra arrasada, economia destruída. Agora sabemos que Lula e sua gente instituíram a economia do crime, entrópica em si mesma. Destrutiva em mais alto grau.

Terça, 29 Março 2016 11:39

AS DUAS FORMAS DE CORRUPÇÃO

O PT levou a arte de corromper ao limite, no Brasil, fazendo jus à tradição comunista de que deriva. Temos que meditar sobre esse fato, pois com o PT houve uma mudança substantiva nas práticas deletérias que pilharam o Estado.

Segunda, 14 Março 2016 14:53

INTERPRETANDO O 13 DE MARÇO

Óbvio que o PT busca alternativas para a retomada do crescimento, mas está prisioneiro de suas próprias ideias e do seu próprio discurso. Daí a paralisia gerencial em que está metido. Não há como dar jeitinho e reinventar a teoria econômica. É preciso respeitar as leis econômicas. As reformas são inevitáveis.

Segunda, 07 Março 2016 14:48

LULA NA POLÍCIA FEDERAL

Lula desmoronou. Sua fala apoplética depois de sair da Polícia Federal mostrou que ele acusou o golpe. Fez apelo direto aos seus sequazes dos movimentos sociais, repisando as tiradas populistas de sempre. Lula conseguiu novamente assustar a classe média, desabituada aos rompantes verbais que eram típicos até 2002. É o Lula furioso contra tudo e contra todos que sempre foi. É claro que essa fala só lhe reduziu o número de adeptos, nada agregou.

Quinta, 03 Março 2016 15:45

O PAPEL DAS ELITES

Faltam homem (e mulheres) que liderem a mudança e enfrentem o infortúnio. Enquanto a elite não se mexer contra aqueles que estão no poder a crise vai se aprofundar. São tempos de grandes perigos. O tempo do PT no poder acabou, mas o novo ainda não nasceu.

Segunda, 29 Fevereiro 2016 14:11

O PLANO DE EMERGÊNCIA DO PT

Chamo a atenção para as 22 propostas “concretas” apensas ao final do documento, um conjunto de disparates que, se implantado, condenaria o Brasil a voltar à Idade da Pedra.

  • Copyright © 2007. www.rplib.com.br . Todos os direitos reservados.

    Republicação ou redistribuição do conteúdo do site RPLIB é permitido desde que citada a fonte. O site RPLIB não se responsabiliza por opiniões, informações, dados e conceitos emitidos em artigos e colunas assinados e nos textos em que é citada a fonte.