Seg05292017

Last updateDom, 01 Set 2013 9am

José Nivaldo Cordeiro

José Nivaldo Cordeiro

José Nivaldo Cordeiro é economista e mestre em Administração de Empresas na FGV-SP. Cristão, liberal e democrata, acredita que o papel do Estado deve se cingir a garantia da ordem pública. Professa a idéia de que a liberdade, a riqueza e a prosperidade devem ser conquistadas mediante esforço pessoal, afastando coletivismos e a intervenção estatal nas vidas dos cidadãos.

Terça, 23 Maio 2017 11:00

O CASTELO DA CLT

As leis que compõem a CLT formam uma frondosa construção de direitos falsos que enrijecem o mercado de trabalho, assim como a legislação da Previdência Social.

Quinta, 16 Março 2017 21:56

ABRE OS OLHOS, PADILHA!

Para resolver os problemas éticos do Brasil, Padilha, é preciso primeiro reconhecer a sua dimensão. Refaça seu artigo com os subsídios que aqui lhe envio. Será o começo de uma fecunda discussão. A dureza da realidade é o ponto de partida para se chegar à verdade dos fatos.

Quinta, 02 Março 2017 15:14

DO CONSERVADORISMO

 

 

 

Ao contrário do que pensa Karnal, ser conservador não é tentar aperfeiçoar o movimento revolucionário e lhe dar a mínima racionalidade para que sobreviva na subversão. O maior dos movimentos revolucionários foi a Reforma religiosa e a maioria dos autores citados por Karnal são filhos dileto de Lutero e jamais discutem esse ponto.

Terça, 21 Fevereiro 2017 15:47

O VOTO E O CONCURSO

 

 

 

O STF e outros membros do Poder Judiciário têm usurpado a ação dos representantes do povo, dando-se a si mesmos poder delegado que não possuem, nunca possuíram.

Terça, 07 Fevereiro 2017 16:38

O BRASIL MUDOU

 

 

 

Pode parecer senso comum dizer que o Brasil mudou. Digo o Brasil real, não a percepção do que dele temos. Desde 1985 os governos, em suas diversas instâncias, foram entregues a quadrilheiros irresponsável, os quais queriam, os mais brandos, apenas enriquecer rápido roubando o Estado ou fazendo negócios, intermediando tudo com o Estado.

Sexta, 13 Janeiro 2017 21:50

O COMPLEXO DE HELENA

 

 

 

Resistir ao arquétipo é bem difícil. A força que surgiu contra a “voz de sereia” está no Cristianismo, cujas histórias femininas exaltam a virgindade e o ascetismo, o oposto da exaltação erótica pagã. O cristianismo, todavia, está em baixa e não tem servido mais de escudo contra a erupção das forças infernais. Cenas trágicas como essa de Jaboticabal estão cada vez mais frequentes.

Sexta, 23 Dezembro 2016 14:50

MENSAGEM DE NATAL - 2016

 

 

Desejo àqueles que me acompanham durante o ano um Feliz Natal na Esperança sempre renovada nas promessas do Cristo. Que o Ano Novo seja o portador dos ventos da prosperidade e da paz social. Que a Paz do Cristo esteja com todos nós, nesse mundo conturbado e violento em que vivemos, nesses tempos de grandes perigos.

Terça, 20 Dezembro 2016 11:48

UMA MENTIRA ECONÔMICA

 

 

 

A decência manda o poder público proteger os mais desvalidos. Livrar a cara dos banqueiros é um meio de condenar essa gente a mais miséria, a mais sofrimento, a mais dissabores existenciais. Que os banqueiros fiquem com seus créditos micados, cuja inadimplência já está coberta pelas escorchantes taxas de juros. É uma irresponsabilidade o gestor público bancar essa impiedade.

Sexta, 18 Novembro 2016 14:10

TRUMP E AS EXPLICAÇÕES HILÁRIAS

 

 

 

Definitivamente, a campanha de Trump não foi populista. Foi, antes, o seu contrário. Apelou para o tradicional, evitou prometer colocar a ação do Estado para eliminar a miséria, criticou o Obamacare, prometendo aboli-lo. Este programa sim, é o populismo habitual das esquerdas, que querem colocar o Estado em tudo.

Quinta, 10 Novembro 2016 15:56

A VITÓRIA DE TRUMP

 

 

 

Chegou-se ao dia da eleição com a falsa ideia consolidada de que a vitória de Hillare Clinton era óbvia e seria inexorável e avassaladora. Deram com os burros n’água.

Pagina 1 de 35
  • Copyright © 2007. www.rplib.com.br . Todos os direitos reservados.

    Republicação ou redistribuição do conteúdo do site RPLIB é permitido desde que citada a fonte. O site RPLIB não se responsabiliza por opiniões, informações, dados e conceitos emitidos em artigos e colunas assinados e nos textos em que é citada a fonte.