Sex10302020

Last updateDom, 01 Set 2013 9am

Mario de Oliveira Seixas

Mario de Oliveira Seixas

Mario de Oliveira Seixas é General-de-Brigada, na reserva do Exército brasileiro. Realizou todos os cursos militares, nos níveis de graduação, mestrado e doutorado, assim como o Curso de Política, Estratégia e Alta Administração do Exército, o de mais elevado nível da carreira. É engenheiro de telecomunicações formado pelo Instituto Militar de Engenharia. No exterior, cursou o British Army Staff College (curso de Comando e Estado-Maior do Exército Britânico) e a Defence School of Language (curso da língua inglesa). Na PUC-Rio, especializou-se em Educação à Distância. Na FAAP, em São Paulo, realizou o Curso de MBA em Excelência Gerencial, com Ênfase na Gestão Pública. De 2005 à 2009 foi o Secretário Municipal de Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública da Cidade de Campinas - SP. De 2009 a 2018 foi Superintendente Geral da entidade Movimento Vida Melhor - MVM, em Campinas - SP, cujo propósito é retirar das ruas da cidade adolescentes em risco social.

Talvez uma das compreensões mais importantes, quando se pretende discutir o problema da Segurança Pública em uma sociedade, é a de que segurança é estado, é sensação. É algo imaterial.

Segunda, 09 Abril 2018 15:03

FALTA DISCIPLINA INTELECTUAL NO STF

 

 

 

Pelo que noticia a mídia, esses ministros indisciplinados planejam dar, nos próximos tempos, novas manifestações de falta de disciplina intelectual e de desrespeito aos seus pares e ao Supremo Tribunal federal, instituição a qual acreditam pertencer.

Terça, 27 Março 2018 14:07

SEGURANÇA PÚBLICA - PARTE 11

 

 

 

É necessário que se aprenda que as Forças Armadas não são muleta da sociedade.

Sexta, 23 Março 2018 14:08

CONTINUAM CUSPINDO NA NOSSA CARA?

 

 

 

Concordo integralmente. Exatamente por isso, o desempenho desses integrantes do STF deve se subordinar, de forma transparente e inquestionável, a um compromisso ético irrepreensível, para que não se possa admitir que “a facilidade também corrompe” e que se possa estar cuspindo na cara do cidadão comum.

Domingo, 18 Março 2018 12:04

SEGURANÇA PÚBLICA - PARTE 10

 

 

 

Cabe que se lhes pergunte: ora, a violência já existia anteriormente, nas mesmas proporções. Por que não se mobilizaram antes? Foi preciso terem sido alcançados pela violência, para se darem conta de que a insegurança era latente? Para que se dessem conta da imperiosa necessidade de se envolverem no seu combate?

Segunda, 12 Março 2018 12:47

SEGURANÇA PÚBLICA - PARTE 9

 

 

 

Acontece que, policiais, investigadores, delegados, advogados, promotores, juízes, agentes penitenciários, diretores de todos os órgãos envolvidos nessa teia interminável são humanos. Não são seres alienígenas, extraterrestres. São humanos e por isso também passíveis de errar.

Segunda, 26 Fevereiro 2018 10:54

SEGURANÇA PÚBLICA - PARTE 8

Quando se busca discutir segurança pública, não há como deixar de analisar de forma mais profunda, como essa lógica de “crime e castigo” é desastrosa para a construção permanente de um ambiente social mais justo, mais seguro, mais fraterno, mais cidadão.

Terça, 30 Janeiro 2018 14:08

SEGURANÇA PÚBLICA - PARTE 7

 

 

 

De forma semelhante, a seleção dos integrantes de uma GM, especialmente nos municípios menores, tende ainda que feita mediante “concurso público”, a ser conduzida de forma descomprometida com as especificidades das tarefas que deverão ser desenvolvidas na realidade do dia-a-dia.

Terça, 12 Dezembro 2017 12:37

SEGURANÇA PÚBLICA - PARTE 6

 

 

 

Pergunto ao prezado leitor: conhece algum município no qual, precedendo a criação de sua Guarda Municipal, tenha sido realizado um estudo profundo que desse resposta a essas e a um sem número de outras questões que se impõem ser consideradas para embasar tal decisão?

Segunda, 21 Agosto 2017 14:58

SEGURANÇA PÚBLICA - PARTE 5

Antes de tudo, portanto, há que se entender que, nos municípios que optarem pela criação de uma Guarda Municipal, como prescrito na Constituição, a razão primeira dessa decisão estará centrada na “proteção de seu maior bem”, a sua população.

  • Copyright © 2007. www.rplib.com.br . Todos os direitos reservados.

    Republicação ou redistribuição do conteúdo do site RPLIB é permitido desde que citada a fonte. O site RPLIB não se responsabiliza por opiniões, informações, dados e conceitos emitidos em artigos e colunas assinados e nos textos em que é citada a fonte.