Qua03202019

Last updateDom, 01 Set 2013 9am

Ubiratan Iorio

Ubiratan Iorio

UBIRATAN IORIO, Doutor em Economia EPGE/Fundação Getulio Vargas, 1984), Economista (UFRJ, 1969).Vice-Presidente do Centro Interdisciplinar de Ética e Economia Personalista (CIEEP), Diretor da Faculdade de Ciências Econômicas da UERJ(2000/2003), Vice-Diretor da FCE/UERJ (1996/1999), Professor Adjunto do Departamento de Análise Econômica da FCE/UERJ, Professor do Mestrado da Faculdade de Economia e Finanças do IBMEC, Professor dos Cursos Especiais (MBA) da Fundação Getulio Vargas e da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Coordenador da Faculdade de Economia e Finanças do IBMEC (1995/1998), Pesquisador do IBMEC (1982/1994), Economista do IBRE/FGV (1973/1982), funcionário do Banco Central do Brasil (1966/1973). Livros publicados: "Economia e Liberdade: a Escola Austríaca e a Economia Brasileira" (Forense Universitária, Rio de Janeiro, 1997, 2ª ed.); "Uma Análise Econômica do Problema do Cheque sem Fundos no Brasil" (Banco Central/IBMEC, Brasília, 1985); "Macroeconomia e Política Macroeconômica" (IBMEC, Rio de Janeiro, 1984). Articulista de Economia do Jornal do Brasil (desde 2003), do jornal O DIA (1998/2001), cerca de duzentos artigos publicados em jornais e revistas. Consultor de diversas instituições.

Terça, 26 Julho 2005 21:00

A Presença da Ausência...

Em seus recentes pronunciamentos, nosso presidente não tem feito mais do que atestar como verdadeiro aquele velho ensinamento, do tempo de nossos tataravôs, de que em boca fechada não entra mosca.

Segunda, 25 Julho 2005 21:00

A Síndrome de Pinnocchio

Também com a indignação dos justos, o senador Jefferson Peres simplesmente recusou-se a argüir o petista que prefere tratar a expressão caixa dois pelo eufemismo “despesas não contabilizadas”.

Domingo, 17 Julho 2005 21:00

A Raiz da Corrupção

Defender a ética e acreditar nesse novo homem nietzschiano é como tentar encher um saco furado; o que é preciso é resgatar o verdadeiro homem novo, aquele de que nos falou São Paulo, há quase dois mil anos.

Quinta, 23 Junho 2005 21:00

As Vantagens de Uma Sociedade Aberta

A questão relevante, no bojo de toda essa pantomima, é: com que aliados o governo do PT espera governar daqui até o final do seu mandato?

Corrupção, sujeira, imundície e imoralidade não são apanágios da “direita”, como nossos sinistropatas gostam de apregoar: são, sim, frutos do relativismo moral, que não tem ideologia.

Segunda, 30 Maio 2005 21:00

Ação Humana e Moral

A liberdade de escolha só adquire um verdadeiro sentido quando fundamentada na verdade, aquele conjunto de valores tradicionalmente tidos como os responsáveis pela indispensável separação entre o que é certo e o que é errado.

Segunda, 23 Maio 2005 21:00

Economia e Humanismo

A Economia é neutra sob o prisma ético,  nada tendo a dizer sobre se um ato ou ação é moralmente bom ou mau, distinção que cabe à Ética e à Moral.

Domingo, 08 Maio 2005 21:00

A Marcha dos Insensatos

O governo do PT precisa entender – e já é mais do que tempo para isso! – que sua fase de palanques já passou e que sua obrigação atual para com todos os brasileiros é a de governar, o que inclui, obviamente, punir baderneiros que ameaçam a ordem pública. A insensatez, quando prejudica a sociedade, é intolerável!

Sábado, 30 Abril 2005 21:00

Juros e Perjuros

Nossos juros altos são uma questão de perjuros – juramentos em falso - por parte dos responsáveis pelo regime fiscal, quando dizem que as contas do governo estão equilibradas!

Sexta, 15 Abril 2005 21:00

A Igreja e o Novo Papa

Portanto, não é a Igreja que deve adaptar-se ao mundo, mas exatamente o oposto: é o mundo, com toda a sua complexidade, que deve moldar-se aos ensinamentos do Senhor!

  • Copyright © 2007. www.rplib.com.br . Todos os direitos reservados.

    Republicação ou redistribuição do conteúdo do site RPLIB é permitido desde que citada a fonte. O site RPLIB não se responsabiliza por opiniões, informações, dados e conceitos emitidos em artigos e colunas assinados e nos textos em que é citada a fonte.