Qui04152021

Last updateDom, 01 Set 2013 9am

18 Set 2005

"Morte e Vida Severino"

Escrito por 

Severino enfrentou com coragem a entrevista coletiva e tentou explicar o inexplicável. Se mentiu, foi desmentido. Mas coragem não faltou. Lula deveria fazer o mesmo.

Depois de cochilar na ONU(!), Severino Cavalcanti acordou à realidade corrupta e sucumbiu. Sebastião Buani apresentou a cópia do cheque de R$ 7.500 que teria pago ao parlamentar como propina para manter seu restaurante na Câmara, e que possui assinatura da secretária de Severino. Mór-reu! O féretro sairá da Câmara para o cemitério da cassação política ou, talvez, a múmia aguarde no sarcófago provisório da grande pirâmide da renúncia, com direito a eventual ressurreição pelo milagroso povo de Pernambuco na próxima eleição. Há relatos do milagre em outras épocas.

Já o melancólico Lula jogou a peteca da crise para a Câmara dos Deputados, que segundo ele “deve uma resposta à sociedade” sobre Severino. Mas pela pesquisa CNT/Sensus, quem deve explicação é Lula. Sua aprovação despencou de 59,9% em julho para 50% hoje. A desaprovação subiu de 30,2% para 39,4%. Para 48,9% a corrupção no governo(?) Lula é maior que no de FHC da “herança maldita”. Já 38,9% não acreditam nos discursos da carochin..., quer dizer, de Lula. Para 39,1% o PT é o principal responsável pela corrupção e para 49,5% o mensalão e a corrupção no Brasil eram do conhecimento do presidente. Apenas para 1,1% a corrupção diminuiu muito. Devem ser os 800 mil filiados ao PT desaparecidos no furacão Bob Jeff.

Severino enfrentou com coragem a entrevista coletiva e tentou explicar o inexplicável. Se mentiu, foi desmentido. Mas coragem não faltou. Lula deveria fazer o mesmo. Mas prefere tergiversar na ladainha de que os culpados devem ser punidos, que a lei vale para todos – os que não fazem parte da cúpula petista -, a economia vai bem e aquele blá-blá-blá deprimente.

Para quem se apoia no pilar econômico, Lula balança quando o IBGE diz que a produção industrial caiu em metade das 14 regiões pesquisadas em julho. O Brasil também figura entre os piores lugares do mundo para fazer negócios. No ranking do Banco Mundial, ficamos em 119º na lista de 155 países. Perdemos para superpotências econômicas como o México (73º), a ex-Mãe Rússia (79ª) e a maioria das super-economias latinas. Somos líderes em impostos e barreiras tributárias.

Enquanto isso a mídia noticia que o PT pagou passagens aéreas de viagens internacionais para Luís Favre, marido da ex-prefeita Marta Suplicy, para o ex-tesoureiro Delúbio Soares e para Rioco Kayano, mulher do ex-presidente do partido, José Genoino. Os tucanos entraram com representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para a suspensão dos repasses de recursos do Fundo Partidário para os petistas. O senador Álvaro Dias (PSDB-PR), disse que as viagens foram custeadas ilegalmente com dinheiro do Fundo. De onde vem o dinheiro? Dos recursos públicos, dos altos impostos. O PT também pagou passagens para os filhos, noras, um genro e uma neta de Lula, além da filha do ministro da Fazenda, Antônio Palocci. O problema é que a Lei 9.096 de 1995, em seu artigo 44, diz que os recursos do Fundo Partidário serão aplicados na manutenção de sedes e serviços do partido.

Mas o PT e Lula desprezam a lei: “Eu estranharia se fosse o PSDB ou o PFL que tivesse pagado a minha passagem, mas o PT tinha mais era obrigação de pagar a minha passagem.” A dele e dos companheiros com o dinheiro do povo.

Severino já era e Lula também. É questão de tempo. Quem poderá assumir a presidência da Câmara é o vice, deputado José Thomaz Nonô (PFL-AL), quem não será encoleirado pelos proletários.

Quanto ao retorno dos que renunciaram – Bob Jeff, cassado, disse que Lula é “malandro”, “preguiçoso” e praticou “crime de omissão”. Perdeu direitos políticos por oito anos. Amém! -, uma frase de Bertold Brecht: “O pior analfabeto é o analfabeto político. Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos. Ele não sabe que o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio, dependem das decisões políticas. O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia política. Não sabe o imbecil que da sua ignorância política nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos que é o político vigarista, pilantra, o político corrupto e lacaio dos exploradores do povo”.

O que há de político bandido, vigarista, pilantra, corrupto, lacaio e explorador “nesse País” não está no gibi...

Última modificação em Segunda, 19 Agosto 2013 17:03
André Plácido

André Arruda Plácido nasceu em Pirajuí (SP) e é cidadão português. Reside em Londrina (PR) onde graduou-se em Relações Públicas e Teologia. Em Bauru (SP) concluiu o curso de Jornalismo. Fez especialização em Comunicação e Liderança em Missões Mundiais pelo Haggai Institute em Cingapura. É professor de comunicação, poeta, radialista, cronista e fotógrafo.

Website.: fotologue.jp/andrearrudaplacido
  • Copyright © 2007. www.rplib.com.br . Todos os direitos reservados.

    Republicação ou redistribuição do conteúdo do site RPLIB é permitido desde que citada a fonte. O site RPLIB não se responsabiliza por opiniões, informações, dados e conceitos emitidos em artigos e colunas assinados e nos textos em que é citada a fonte.