Sex03052021

Last updateDom, 01 Set 2013 9am

18 Mai 2004

O PT Enganando o Povo Outra Vez!

Escrito por 

Há poucos dias o governo retirou do ar propaganda enganosa, a qual mostrava a fazenda do empresário rural Mário Ribeiro como participante do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar).

Dia desses vi na TV Cultura quando em 1994 o São Paulo perdeu para o Vélez Sarsfield na Copa Libertadores. Palhinha perdeu o pênalti defendido por Chilavert. O artilheiro declarou emocionado: “O futebol é minha vida. Hoje eu deixei um pouco da minha vida, perdi um pedaço da minha vida”. Isso é amor pelo que se faz, responsabilidade, vergonha na cara, compromisso.

Há poucos dias o governo retirou do ar propaganda enganosa, a qual mostrava a fazenda do empresário rural Mário Ribeiro como participante do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar). Mas Ribeiro NUNCA havia recebido dinheiro do Programa. Agora, o PT, colocando o IBGE como fonte e utilizando a frase de feito “isso é fato, isso é verdade”, chama os brasileiros de imbecis e compara os 96 meses de FHC aos 15 meses de Lula. “O fato, a verdade”, é que a gasolina não caiu 5,9%, mas subiu 0,49% entre janeiro de 2003 e março de 2004. Também segundo o IBGE, os preços aumentaram MENOS no governo FHC e NÃO registraram queda no governo Lula. O gás de cozinha é outro dado enganoso. A propaganda fala em aumento de 2,2% nos 15 meses de Lula. O IBGE desmente e afirma que os preços aumentaram 6,8% na gestão proletária. Na propaganda aparece: “IBGE/ Preços médios nas capitais do país”. Mas “o fato, a verdade” é que o IBGE NÃO trabalha com preços médios de produtos nas capitais. Propaganda enganosa da pior espécie! Nos tratam como idiotas!

Gilberto Dimenstein comentou: “Comparar o aumento de preços ocorrido durante oito anos com o que se deu durante o período de apenas um ano de Lula é das manipulações mais rasteiras que já vi. Ou então desconhecimento de matemática. Se fizesse tal conta, um estudante da segunda série do ensino fundamental receberia zero na prova.” Será que existe alguém que concluiu o ensino fundamental nesse governo ou o pessoal está mal intencionado mesmo?!

Depois de Lula ter enxergado pedido de desculpas do jornalista Larry Rohter para poder recuar do ato arbitrário que causou indignação no mundo todo, o NYT publicou: “Continuamos sustentando que nossa reportagem é precisa e fiel aos fatos, como sempre dissemos ao longo da semana (...) nossa solicitação ao governo não contém nem um pedido de desculpa, nem uma retratação”. Quem apoiou Lula desde o começo foi o ex-ministro da Justiça da ditadura militar de Geisel, Armando Falcão. Para os esquecidos, ele criou a “Lei Falcão” que restringia o acesso dos candidatos ao Poder Legislativo à mídia impedindo o debate entre eles e aumentou a censura instituindo o “pacote de abril”, depois que Geisel fechou o Congresso por duas semanas. O pacote criava eleição indireta para governador e para um terço do Senado. O mundo dá muitas voltas, não?!
Sobre o episódio, Mangabeira Ulger disse que houve por parte do governo Lula “uma demonstração de uma combinação de ignorância, provicianismo e desrespeito à ordem legal e constitucional do país. O direito violado por este cancelamento do visto, que vale uma expulsão, não é o direito de Rohter. É o direito dos cidadãos brasileiros.

É a liberdade dos brasileiros que está sendo ultrajada quando um jornalista é expulso do país e dessa forma. É deplorável que o presidente se tenha confundido com o Estado e usado de uma legislação claramente inconstitucional, herdada do regime militar, para defender-se de críticas com as quais presidentes de países democráticos convivem todos os dias. (...) O que é relevante é a truculência e o desdém que o presidente demonstra pela Constituição que jurou defender. É o uso de uma lei inconstitucional para defender uma vaidade ferida, para acobertar-se. Demonstra um grau de inépcia, de ignorância de como funcionam as coisas no mundo, que é verdadeiramente amedrontador. Em geral, quando os governos são honestos, procuram respeitar as filigranas da lei (...) no Brasil, temos um governo faz-nada que ao mesmo tempo se dá ao luxo dos insultos contra a ordem constitucional.” Mas, como já disse outro dia, Mangabeira é apenas professorzinho de direito em Harvard, um “Zé goiaba” alienado.

Essa é ótima: em jantar com integrantes do PL, Lula foi ríspido com José Alencar por ter reclamado dos juros e ainda disse irritado que a idéia de criar a aposentadoria de donas de casa de baixa renda é absurda. Donas de casa do mundo todo, uni-vos!
Lembra quando um faxineiro encontrou US$ 10 mil no aeroporto e devolveu a quantia ao dono? O cidadão honesto teve a chance de conhecer Lula, quem disse que se ele ficasse com o dinheiro, nem seria desonestidade. Esse governo do povo... Morro e não vejo tudo!

Chamem o Palhinha! Quem sabe assim a gente cria vergonha e aprende algo com ele...

Última modificação em Quarta, 30 Outubro 2013 21:29
André Plácido

André Arruda Plácido nasceu em Pirajuí (SP) e é cidadão português. Reside em Londrina (PR) onde graduou-se em Relações Públicas e Teologia. Em Bauru (SP) concluiu o curso de Jornalismo. Fez especialização em Comunicação e Liderança em Missões Mundiais pelo Haggai Institute em Cingapura. É professor de comunicação, poeta, radialista, cronista e fotógrafo.

Website.: fotologue.jp/andrearrudaplacido
  • Copyright © 2007. www.rplib.com.br . Todos os direitos reservados.

    Republicação ou redistribuição do conteúdo do site RPLIB é permitido desde que citada a fonte. O site RPLIB não se responsabiliza por opiniões, informações, dados e conceitos emitidos em artigos e colunas assinados e nos textos em que é citada a fonte.