Seg10192020

Last updateDom, 01 Set 2013 9am

29 Ago 2020

TIRANOS

Escrito por 

Aí pensei ensimesmado, o que passa pela cabeça deste porcaria desclassificado, que se apresenta para os incautos como “çabio constitucionalista” (mas de teses roubadas, como consta) e que se alguma reputação ainda lhe sobrava da desonrada trajetória como advogado de porta de empresas do PCC paulista, a mesma se acabou com sua nomeação para servo vitalício na Corte Suprema de um dos mais renomados patifes da política nacional, o “Corrupto dos Porões do Jaburu”?

 

Retirado que estou dos grandes centros, por conta dessa pandemia, um dia desses fui visitado, aqui no interior, por uma equipe de campo de uma construtora que se encontra a serviço de uma mega estatal do pedaço e daí a conversa com os trabalhadores que começou acerca do serviço que estavam executando, rapidamente resvalou para o cenário atual. Foi quando um dos mais velhos me fez a seguinte pergunta: “o senhor não acha que o Capitão e sua gente, que estão sofrendo mais do que qualquer um daqueles ladrões presidentes que vieram antes dele, estão demorando muito para dar um jeito na turma da roubalheira do STF e do Congresso”?

Não fiquei surpreso nem um pouco porque penso conhecer bem o sentimento do povão honesto e trabalhador. De pronto respondi que esta sua visão representava aquilo que estava guardado na alma de toda a Nação Verde e Amarela, até mesmo dos que não votaram no homem, mas que eram cidadãos do bem.

Contudo acrescentei que essa gente patriota e conservadora, que deve estar na casa de mais de 170 milhões de pessoas, de muito novos a muito velhos, e que são a grande maioria dos brasileiros honrados, representa para cachorrada que foi expulsa do Planalto e impedida de continuar roubando, não a vontade maior e soberana do povo, mas apenas uns tiranos fascistas que lhes impedem de continuar vivendo à custa dos nossos impostos. Do mais jovem da turma ouviu-se: “Não é possível que o Presidente e os militares não estejam preparando algo para pegar de vez esses bandidos. Afinal nós votamos no homem para isso”.

Por conta disso, quando a equipe se afastou logo me veio à mente a recente sentença do Ministro Alexandre de Moraes do STF, transmitida ao vivo para este Brasil inteiro de meu Deus: “Toda tirania deve ser afastada, inclusive a tirania da maioria que elege o Executivo e o Congresso”.

Aí pensei ensimesmado, o que passa pela cabeça deste porcaria desclassificado, que se apresenta para os incautos como “çabio constitucionalista” (mas de teses roubadas, como consta) e que se alguma reputação ainda lhe sobrava da desonrada trajetória como advogado de porta de empresas do PCC paulista, a mesma se acabou com sua nomeação para servo vitalício na Corte Suprema de um dos mais renomados patifes da política nacional, o “Corrupto dos Porões do Jaburu”?

Se tivéssemos um quórum mínimo de parlamentares honrados no Congresso Nacional esse energúmeno, quer pelo que disse quer pelo modo com que vem afrontando a vontade soberana do povo, perseguindo e prendendo quem põe a nu as mazelas de uma instituição tida agora como uma vergonha nacional, não poderia ficar mais um dia sequer posando como Mandarim da Corte porque, a uma, o tal canastrão entende que ele e mais alguns da sua laia (e somente eles) são os que detêm o poder de afastar a vontade da maioria dos brasileiros que, na visão daqueles chupins do erário, não passam de tiranos ou de déspotas de quem deve se subtraído o poder maior, o poder que justo do povo emana (e só dele), por regra constitucional.

A duas porque estão mais do que evidentes os planos, as ações e os objetivos dessa corja de “Capas Pretas” de golpear o Governo eleito pelos tais “tiranos” e isso tudo atenta contra a segurança nacional, mesmo nos termos daquele código de proteger bandidos e corrutos, que chamam de constituição.

Todavia, aquilo de “empichar”, processar e prender qualquer “Mandarim Solta Bandido” não vai ocorrer, pois o STF unido ao Congresso Nacional, apoiados pela grande imprensa dos vassalos dos “Barões Marinhos” – estes acusados perante a Justiça da prática dos crimes de lavagem de dinheiro, evasão de divisas e contra o sistema financeiro - e pela vermelhada em geral, vai continuar atacando e difamando o Presidente e a sua família bem como solapando seu governo para impedir que chegue ao final do mandato ou que se reeleja em 2022, quando todos se unirão para retornar, mercê da antiga roubalheira descarada, o caminho degradante para o social-comunismo, que a Venezuela trilhou e que a pobre Argentina agora começou a trilhar.

Cada lado ruim dessa gente que tanto mal fez ao Brasil, cada segmento das antigas sociedades das trevas travestidas de partidos políticos que, a partir de janeiro de 2019, não mais puderam continuar com seus agentes perto dos cofres públicos, fará tudo que estiver ao seu alcance para voltar ao poder; para voltar a roubar.

Há quem diga que os lados negros do STF e do Congresso procedem com tanta desonra, porque vivem em sua “bolha” ou na sua “ilha da fantasia” e assim não conseguem enxergar o que o povão vê e sente na pele. Triste engano. Aqueles canalhas veem tudo, sabem de tudo e é justo por causa disto que estão tentando desesperadamente destruir a todo custo a esperança que nasceu apesar da crueldade deles, nem que seja transmudando sua ridícula minoria barulhenta em maioria esclarecida e democrática ou cobrindo o povo que escravizaram com a pele dos tiranos ou vestindo com a aura dos ditadores sanguinários da “América Latrina”, que tanto financiaram com dinheiro roubado do BNDES.

Um dia quem sabe, ou quando a hora chegar e esse povo hoje chamado de tirano venha se cansar de tanta ignomínia, talvez um jovem trabalhador de campo como aquele que ainda outro dia me olhou nos olhos, exausto de tanto esperar, chegue  acompanhado por milhões de bons patriotas para sitiar o STF do “ex empregadinho do Zé Dirceu”, do “careca de Temer”,  do “boca de veludo”, do “Carmem Miranda”, etc” e aí, então, diante do audacioso mandarim comedor de lagosta pregue no seu frontispício a verdade no sentido de quem realmente, nesta Terra de Santa Cruz, pretende ser um verdadeiro tirano ou um déspota sem voto.

José Maurício de Barcellos

O Advogado José Mauricio de Barcellos, natural do Estado do Rio de Janeiro, tem 50 (cinquenta) anos de experiência profissional, com Mestrado na Cadeira de Direito Privado, na Faculdade Nacional de Direito do Rio de Janeiro. É professor, com Licenciatura Plena nas cadeiras de Direito e Legislação, Administração e Controle, Organização e Técnica Comercial, pela antiga Universidade do Estado da Guanabara, tendo concluído vários cursos de extensão ou de aperfeiçoamento, na Fundação Getúlio Vargas e em outras Universidades.

  • Copyright © 2007. www.rplib.com.br . Todos os direitos reservados.

    Republicação ou redistribuição do conteúdo do site RPLIB é permitido desde que citada a fonte. O site RPLIB não se responsabiliza por opiniões, informações, dados e conceitos emitidos em artigos e colunas assinados e nos textos em que é citada a fonte.