Qua08122020

Last updateDom, 01 Set 2013 9am

17 Jul 2020

O INFELIZ COMENTÁRIO DO MINISTRO...

Escrito por 

POR: Gen PAULO CHAGAS                                                                                     

Cabe, portanto, ao Sr Ministro pensar melhor antes de manifestar-se a respeito do que elas têm feito por ele, o que, evidentemente, contrasta com o que tem sido produzido pelos membros da Corte que ele integra!

 

Caros amigos

O ministro Gilmar Mendes comentou na revista IstoÉ que os brasileiros não podem tolerar por tanto tempo a permanência de um militar na função de Ministro Interino da Saúde e acrescentou a sua interpretação de que a estratégia do governo de passar o protagonismo do combate à Covid-19 para estados e municípios é uma forma de "genocídio" e que é péssimo para as Forças Armadas estarem associadas a esta prática.

Considerando que genocídio é por definição o extermínio deliberado de uma população, o ministro, absurdamente, acusa as FFAA em geral e o Exército em particular de estarem participando da destruição física da população brasileira, o que, sob todos e quaisquer aspectos, é um absurdo e outro dos seus desastrados posicionamentos!

A História comprova que as FFAA são o "povo fardado". Cabe, portanto, ao Sr Ministro pensar melhor antes de manifestar-se a respeito do que elas têm feito por ele, o que, evidentemente, contrasta com o que tem sido produzido pelos membros da Corte que ele integra!

Assim, a presença de um militar interinamente à frente do Ministério da Saúde representa mais uma demonstração da disposição das Forças para contribuir para a solução da crise, a qual se soma também a iniciativa do Centro de Estudos Estratégicos do Exército (CEEEX) que, através de extenso e completo estudo, colocou às ordens do governo, desde o início, uma solução técnica para a administração da pandemia, encarada pelo Comandante do Exército como “a maior missão da nossa geração”!

Fazer supor que os homens e as mulheres que juraram dedicar a vida ao serviço da Pátria poderiam estar participando, mesmo que inconscientemente, de um atentado genocida à população brasileira é, além de insanidade e de demonstração de desconhecimento da história, um execrável desrespeito aos Militares do Brasil.

Como soldado e cidadão brasileiro é assim que vejo e interpreto o infeliz comentário do ministro Gilmar Mendes.

O AUTOR É OFICIAL GENERAL REFORMADO DO EXÉRCITO BRASILEIRO

Última modificação em Quarta, 05 Agosto 2020 10:08
  • Copyright © 2007. www.rplib.com.br . Todos os direitos reservados.

    Republicação ou redistribuição do conteúdo do site RPLIB é permitido desde que citada a fonte. O site RPLIB não se responsabiliza por opiniões, informações, dados e conceitos emitidos em artigos e colunas assinados e nos textos em que é citada a fonte.