Seg05202019

Last updateDom, 01 Set 2013 9am

04 Mar 2019

UM PEDREGOSO CAMINHO

Escrito por 

Enfim e por fim, não é à toa que Sócrates teve o destino que teve, não é por acaso que Nosso Senhor Jesus Cristo, o Verbo divino encarnado, foi flagelado e morto na cruz por cada um de nós.

 

Não tenha presa para apresentar para si e para os outros uma conclusão sobre esse o a respeito daquele assunto. A sabedoria não reside na velocidade em dar uma resposta. Ser capaz disso não deixa de ser uma forma de astúcia, mas não é uma expressão de sabedoria. A vereda da sabedoria está muito mais próxima da capacidade de suportar o estado de dúvida do que dar uma resposta na lata pra “lacrar” ou “mitar”.

Aliás, como nos ensina o dito popular, a presa seria a inimiga da perfeição. Sim, como é. Se estamos apresados em termos uma resposta para nós é porque estamos muito mais preocupado com outras coisas do que com a verdade. Se queremos mostrar para os outros o mais rápido possível é porque estamos muito mais incomodados com a imagem que irão fazer de nossa figura do que com a formosura da verdade.

Se assim procedemos, não há dúvida que estaremos muito mais interessados com a imagem que edificaremos sobre nós mesmos e que será apresentada para os outros do que o conhecimento da verdade sobre nós e, é claro, sobro muitos e, por isso, como nos ensina Confúcio, quem diz verdades, perde amizades, cria inimizades e outras coisas mais. E assim o é não por maldade ou vaidade, mas sim, porque nós tememos a voz e a presença da verdade em nossas vidas, de modo similar a um vampiro frente a luz do sol.

Enfim e por fim, não é à toa que Sócrates teve o destino que teve, não é por acaso que Nosso Senhor Jesus Cristo, o Verbo divino encarnado, foi flagelado e morto na cruz por cada um de nós.

Fim. Hora do café. Dum verdadeiro café.

Dartagnan Zanela

Professor e ensaísta. Autor dos livros Sofia Perennis, O Ponto Arquimédico, A Boa Luta, In Foro Conscientiae e Nas Mãos de Cronos – ensaios sociológicos.

Deixe um comentário

Informações marcadas com (*) são obrigatórias. Código HTML básico é permitido.

  • Copyright © 2007. www.rplib.com.br . Todos os direitos reservados.

    Republicação ou redistribuição do conteúdo do site RPLIB é permitido desde que citada a fonte. O site RPLIB não se responsabiliza por opiniões, informações, dados e conceitos emitidos em artigos e colunas assinados e nos textos em que é citada a fonte.