Qui10292020

Last updateDom, 01 Set 2013 9am

18 Mar 2005

Parece Piada

Escrito por 

Discurso do ministro de "direitos humanos" brasileiro na ONU é mais um exemplo da "moral de cuecas" do governo petista.

O governo Lula realmente se supera na arte do engodo, faz-de-conta e mistificação.

Além dos notórios escândalos abafados ou jogados para debaixo do tapete, agora vemos o ministro dos "direitos humanos", pertencente ao "democrático" PC do B, discursar na ONU, criticando a conduta na luta contra o terrorismo que estaria gerando "abusos inaceitáveis".

Abuso inaceitável, isso sim, é um partido maoista-stalinista que, dentre outras coisas, jogou dezenas de jovens numa operação suicida nas matas do Araguaia nos anos 70 e nunca se arrependeu do que fez, ocupar uma secretaria que se diz preocupada com os direitos humanos. Maior escárnio, impossível.

Aliás, o governo do PT é a verdadeira "moral de cuecas" em praticamente tudo o que faz. Prega direitos humanos, mas só se preocupa com direitos humanos de comunistas, ex-terroristas de esquerda, bandidos comuns nacionais e internacionais; defende a "moral na política" e tem como cartão de visitas os casos Celso Daniel e Waldomiro Diniz, para ficar em apenas dois exemplos; fala em democracia, mas não perde uma chance para apoiar Cuba, Venezuela e todo tipo de regime totalitário socialista ou fascista internacional (só para lembrar, o partido Baath sírio é fortemente influenciado pelo fascismo, como era o do regime de Saddam Hussein), além de fazer parte do Foro de São Paulo, organismo que abriga algumas das organizações criminosas mais perigosas da América Latina.

Que fique bem claro uma coisa: quando alguém do governo petista fala em "direitos humanos", "moral na política", "democracia", entenda-se que trata-se de um jogo de palavras que serve única e exclusivamente aos seus próprios interesses. Direitos humanos, moral na política e democracia, é quando são os petistas e seus aliados esquerdistas, do Brasil e do exterior, que estão dando as cartas na política. Caso contrário, esses conceitos são tão importantes quanto palavras ao vento.

E, como de costume, a "mídia amiga" não irá questionar ou cobrar do governo um pingo de coerência em suas ações perguntando, por exemplo, sobre como é possível falar em direitos humanos apoiando o ditador campeão mundial de permanência no poder, Fidel Castro, ou ajudando a manipular o processo político na Venezuela em favor de um líder autoritário como Hugo Chávez.

Mas o show do ministro dos "direitos humanos" teve o lugar certo: a ONU, que a cada dia cai mais e mais nos descrédito. Se é apoiando idéias como a do ministro do governo Lula que a ONU quer recuperar a credibilidade de seus organismos de direitos humanos, é melhor fechá-los de vez.

Última modificação em Domingo, 22 Setembro 2013 17:14
Editoria - MSM

MÍDIA SEM MÁSCARA é um website destinado a publicar as idéias e notícias que são sistematicamente escondidas, desprezadas ou distorcidas em virtude do viés esquerdista da grande mídia brasileira.

  • Copyright © 2007. www.rplib.com.br . Todos os direitos reservados.

    Republicação ou redistribuição do conteúdo do site RPLIB é permitido desde que citada a fonte. O site RPLIB não se responsabiliza por opiniões, informações, dados e conceitos emitidos em artigos e colunas assinados e nos textos em que é citada a fonte.