Qui11152018

Last updateDom, 01 Set 2013 9am

15 Out 2018

MUITO FEIO MESMO

Escrito por 

 

 

 

Quando um adversário está caído, ferido de morte, a ética do bom combate recomenda que devemos ir em seu socorro ou, no mínimo, baixar as armas momentaneamente, haja vista que não somos bestas subumanas.

 

Quando um adversário está caído, ferido de morte, a ética do bom combate recomenda que devemos ir em seu socorro ou, no mínimo, baixar as armas momentaneamente, haja vista que não somos bestas subumanas.

Por isso, confesso que chega me causar espécie certas declarações proferidas pela galerinha do bem, da paz e do “mundo melhor”.

Dona Marina Silva, por exemplo, no último debate do primeiro turno dessa eleição presidencial, como todos lembram, disse a respeito do candidato que fora esfaqueado por um militante esquerdista, que ele “amarelou” e, por isso, não compareceu ao debate, dando assim uma clara demonstração de total falta de empatia. Justamente ela que na eleição passada sentiu na própria carne os ataques daqueles que diziam ser capazes de fazer o diabo para não perder a eleição.

Pois é, ela poderia ter dito que lamentava o fato dele não poder ter comparecido por causa do atentado sofrido e que estimava sua melhora para, noutra ocasião, quem sabe, poder debater com ele. Poderia, mas, “democraticamente”, ela não o fez. Salve engano, ninguém o fez.

Que feio. Que feio mesmo.

 

 

 

Dartagnan Zanela

Professor e ensaísta. Autor dos livros Sofia Perennis, O Ponto Arquimédico, A Boa Luta, In Foro Conscientiae e Nas Mãos de Cronos – ensaios sociológicos.

Deixe um comentário

Informações marcadas com (*) são obrigatórias. Código HTML básico é permitido.

  • Copyright © 2007. www.rplib.com.br . Todos os direitos reservados.

    Republicação ou redistribuição do conteúdo do site RPLIB é permitido desde que citada a fonte. O site RPLIB não se responsabiliza por opiniões, informações, dados e conceitos emitidos em artigos e colunas assinados e nos textos em que é citada a fonte.