Sex09212018

Last updateDom, 01 Set 2013 9am

11 Set 2018

CONVERSA PRA BOI DORMIR

Escrito por 

 

 

 

 

Numa sociedade onde a destruição sistemática de tudo o que seja belo, bom e verdadeiro passou a ser tido como sendo sinônimo de “uma mente bem formada” e de “espontaneidade criativa”, não devemos esperar nada de bom. Nada. Nadica de nada.

 

Ensina-nos Roger Scruton, que “o trabalho de destruição é rápido, fácil e recreativo; o labor da criação é lento, árduo e maçante”. Entendeu? Não a frase do filósofo britânico, mas sim, porque hoje a educação e a cultura contemporânea em nosso triste país são uma retumbante tragicomédia?

Numa sociedade onde a destruição sistemática de tudo o que seja belo, bom e verdadeiro passou a ser tido como sendo sinônimo de “uma mente bem formada” e de “espontaneidade criativa”, não devemos esperar nada de bom. Nada. Nadica de nada.

O único resultado possível é isso que o nosso país se tornou e que, ao que tudo indica, tende apenas a piorar. E isso não é gorar não. É apenas uma triste constatação.

Digo isso não porque o governo Federal não disponha de um "bom projeto" para arrumar o estrago que ele colaborou significativamente para realizar. Não é disso que se trata. Aliás, o MEC não é a solução. Ele é parte significativa do problema.

A encrenca a qual gostaria de frisar é que raras são as pessoas que tem a intenção mínima de corrigir a sua deficitária educação. Em alguns casos, corrigir a má educação adquirida; noutros, limar a sua deseducação presunçosa fantasiada de "mente esclarecida e crítica".

Se não há pessoas que queiram isso, que desejem encarar essa peleja íntima, se poucas são as almas que sabem o que é, de fato, esse trem - a tal da educação - tudo o mais que se diga a respeito não passará de conversa pra boi dormir. Só isso. Infelizmente.

Por ora é isso. Fim de causo.

 

 

 

 

Dartagnan Zanela

Professor e ensaísta. Autor dos livros Sofia Perennis, O Ponto Arquimédico, A Boa Luta, In Foro Conscientiae e Nas Mãos de Cronos – ensaios sociológicos.

Deixe um comentário

Informações marcadas com (*) são obrigatórias. Código HTML básico é permitido.

  • Copyright © 2007. www.rplib.com.br . Todos os direitos reservados.

    Republicação ou redistribuição do conteúdo do site RPLIB é permitido desde que citada a fonte. O site RPLIB não se responsabiliza por opiniões, informações, dados e conceitos emitidos em artigos e colunas assinados e nos textos em que é citada a fonte.