Ter08142018

Last updateDom, 01 Set 2013 9am

20 Jul 2018

DILMA E KOLINDA, DUAS CONDUTAS E DOIS EXEMPLOS

Escrito por 

 

 

 

Temos reais motivos para observar com inveja a austeridade da presidente Croata e o respeito que manifesta aos cidadãos e seus recursos.

 

Enquanto a presidente da Croácia (o bom exemplo) foi assistir aos jogos de sua seleção viajando à própria custa, sem remuneração nos dias de ausência, a ex-presidente Dilma Rousseff (o mau exemplo), depois de haver quebrado o país, roda mundo com sua trupe de assessores para falar mal do Brasil. Todas as despesas de sua equipe são pagas por nós.

A lei que autoriza essa mordomia tem o sorriso cínico das inescrupulosas elites políticas do país. Ela é um abuso, um cardápio de privilégios intocáveis, como convém aos privilégios. Até presidentes afastados do cargo por impeachment, como Collor e Dilma, arrastam pela vida afora, presas a si, a tornozeleira das mordomias. Podemos tirar um presidente do cargo, colocá-lo na cadeia (como está acontecendo com Lula), suprimir-lhe a liberdade, mas não lhe retiramos os assessores, os motoristas, os seguranças e os dois automóveis. Aí já seria penalizá-los excessivamente, ao que parece.

Não bastasse isso, como não poderia deixar de ser, os campeões em gastos com esse tipo de regalia são os dois petistas. A Gazeta do Povo, em matéria atualizada no dia 3 de maio, mostra o gasto médio anual dos ex-presidentes desde o momento em que deixaram o cargo: Sarney (R$ 493 mil); Collor (R$ 463 mil); FHC (R$ 716 mil); Lula (R$ 1,17 milhão) e Dilma (R$ 1,4 milhão).

Temos reais motivos para observar com inveja a austeridade da presidente Croata e o respeito que manifesta aos cidadãos e seus recursos.

 

 

 

Percival Puggina

O Prof. Percival Puggina formou-se em arquitetura pela UFRGS em 1968 e atuou durante 17 anos como técnico e coordenador de projetos do grupo Montreal Engenharia e da Internacional de Engenharia AS. Em 1985 começou a se dedicar a atividades políticas. Preocupado com questões doutrinárias, criou e preside, desde 1996, a Fundação Tarso Dutra de Estudos Políticos e Administração Pública, órgão do PP/RS. Faz parte do diretório metropolitano do partido, de cuja executiva é 1º Vice-presidente, e é membro do diretório e da executiva estadual do PP e integra o diretório nacional.

Deixe um comentário

Informações marcadas com (*) são obrigatórias. Código HTML básico é permitido.

  • Copyright © 2007. www.rplib.com.br . Todos os direitos reservados.

    Republicação ou redistribuição do conteúdo do site RPLIB é permitido desde que citada a fonte. O site RPLIB não se responsabiliza por opiniões, informações, dados e conceitos emitidos em artigos e colunas assinados e nos textos em que é citada a fonte.