Qua09202017

Last updateDom, 01 Set 2013 9am

18 Jul 2017

ALELUIA

Escrito por 

 

 

 

Aleluia significa Louvem Deus Javé ou Adorem Deus Javé. É um termo de origem hebraica – “Halleluyah” – que do judaísmo passou para a liturgia cristã e ficou ligado especialmente ao tempo da Páscoa.

 

Aleluia significa Louvem Deus Javé ou Adorem Deus Javé. É um termo de origem hebraica – “Halleluyah” – que do judaísmo passou para a liturgia cristã e ficou ligado especialmente ao tempo da Páscoa.

Trata-se de expressão ou cântico de louvor ou de ação de graças ao Senhor.

A condenação de Lula em um dos vários processos a que responde perante a Justiça, em consequência de seu envolvimento em diversas manobras de fraude, corrupção, lavagem de dinheiro e gatunagem em geral, lava a alma dos brasileiros honestos e, até então, desiludidos.

Não adiantou o Sr. Janot, a serviço do PT & Cia, tentar desviar os holofotes da imprensa para as acusações que atingem o presidente Temer. Teve êxito fugaz, logo ofuscado pela esplêndida notícia de que Lula, finalmente, começa a ser condenado por seus crimes.

É claro que falta muito para chegarmos ao fim do processo, há dezenas de cambalhotas jurídicas e legais que o dinheiro pode comprar, e dinheiro é o que não falta ao chefe da quadrilha que assaltou e arruinou o Brasil em treze malfadados anos.

É possível, mesmo, que o condenado seja candidato a Presidente da República em 2018. O TRF/4 já declarou que o julgamento dos recursos à segunda instância deverá ocorrer em agosto do próximo ano, já com a campanha eleitoral em pleno andamento. Até lá, porém, muita coisa pode acontecer, inclusive novas condenações em outros processos em que o mafioso ex-presidente está envolvido.

De qualquer maneira, só poderá espernear e dizer, como sempre fez, que é vítima de um complô das elites que não suportam ver um operário no poder.

É verdade que há pedras no caminho. Embora tenha confirmado dezenas de condenações proferidas pela primeira instância, o tribunal de Porto Alegre começa a apresentar preocupantes sinais de mudança de entendimento, inclusive anulando a sentença que condenava notório ex-tesoureiro do PT a uma pesada pena em um dos processos em que está envolvido. A alegação é que não pode haver condenação baseada apenas em denúncias de delatores, mesmo que esses delatores sejam dezenas e, em sua delação, também se incriminem. A parte das denúncias que prejudicam os delatores é válida, mas a que incrimina os delatados não vale? Espera-se recibo assinado de operações de corrupção?

Muita água vai rolar sob a ponte, haverá avanços e recuos, novos processos serão concluídos com novos recursos, mas, no momento, a inédita condenação de um ex-presidente criminoso, nunca antes ocorrida neste país, nos enche de satisfação e orgulho.

Quem sabe até nos volte a esperança no futuro brasileiro.

Por enquanto, alegremo-nos e digamos: Aleluia, Deus seja louvado!

 

 

 

Clovis Puper Bandeira

Nascido em 28 Fev 45 em Pelotas - RS

General de Divisão da Reserva do Exército Brasileiro

Ex Vice-Presidente e atual Assessor Especial do Presidente do Clube Militar

Principais funções na carreira militar:

- Instrutor da AMAN e da ECEME

- Aluno do US Army War College - EUA

- Comandante do 10º BI - Juiz de Fora - MG

- 1º Subchefe do Estado-Maior do Exército - Brasília - DF

- Comandante da 17ª Brigada de Infantaria de Selva - Porto Velho - RO

- Chefe do Estado-Maior do Comando Militar da Amazonia - Manaus - AM

- Diretor de Especialização e Extensão - Rio - RJ

- Comandante da 3ª Região Militar - Porto Alegre - RS

- Chefe do Departamento de Inteligência Estratégica do Ministério da Defesa - Brasília - DF

Deixe um comentário

Informações marcadas com (*) são obrigatórias. Código HTML básico é permitido.

  • Copyright © 2007. www.rplib.com.br . Todos os direitos reservados.

    Republicação ou redistribuição do conteúdo do site RPLIB é permitido desde que citada a fonte. O site RPLIB não se responsabiliza por opiniões, informações, dados e conceitos emitidos em artigos e colunas assinados e nos textos em que é citada a fonte.