Qua10232019

Last updateDom, 01 Set 2013 9am

19 Jan 2016

MAS NÃO ERA A CRISE MUNDIAL QUE ESTAVA AFETANDO A NOSSA ECONOMIA? PARECE QUE NÃO...

Escrito por 

Quem fala em crise internacional como causa de nossos problemas usa de má-fé ou é muito ignorante. Quem fala que a crise nem existe não passa de um canalha safado mesmo. E só existem esses dois tipos entre os petistas…

 

Diante da gigantesca crise que assola nosso país, com milhões perdendo seus empregos e a inflação acima de 10% corroendo o que sobrou do salário de quem ainda está empregado após quase 40% de impostos, o típico petista adotou uma das duas narrativas: ou ele nega a crise e diz que ela não passa de invenção da mídia golpista, ou ele culpa a tal crise internacional por nossos problemas produzidos em casa, pelo governo. No primeiro caso, qualquer pessoa está autorizada a mandar o tal petista àquele lugar, pois paciência tem limite. No segundo caso, cabe mostrar essa notícia:

A recessão no Brasil será um dos principais fatores para o desempenho abaixo do esperado que a economia global deve ter em 2016, prevê o FMI (Fundo Monetário Internacional). Em sua atualização do relatório Panorama Econômico Global, divulgada nesta terça (19), o Fundo reduz a expansão mundial neste ano para 3,4%, 0,2 ponto percentual a menos que nas projeções de outubro.

No caso do Brasil, o corte foi bem mais agudo. De acordo com o FMI, a economia do país recuará 3,5% em 2016, baixa de 2,5 pontos percentuais em relação ao relatório anterior. A esperança de retomada do crescimento brasileiro, que nas previsões de outubro do FMI aconteceria em 2017, foi adiada para 2018, último ano do governo Dilma Rousseff. No ano que vem, estima o Fundo, o Brasil sairá do vermelho, mas terá expansão zero, uma piora de 2,3 pontos percentuais em relação à previsão de outubro.

Dos 16 países que compõem a tabela incluída no relatório, o Brasil é o que tem o pior desempenho projetado para 2016. O país é citado como destaque negativo também numa entrevista do economista-chefe do FMI, Maurice Obstfeld, divulgada junto com o relatório.

Ou seja, é justamente o oposto do que alegam os petistas. O rabo é que está balançando o cachorro nesse caso. O Brasil está tão mal sob o PT, mas tão mal, que o resto do mundo sente o impacto e os analistas precisam revisar suas estimativas para baixo. Em uma imagem, eis o quadro caótico em que se encontra o Brasil em relação ao resto do mundo:

blog

Ou seja, temos a maior queda esperada no PIB, de longe, e também uma das maiores taxas de inflação do mundo, pau a pau com a Turquia e a Rússia. Quem fala em crise internacional como causa de nossos problemas usa de má-fé ou é muito ignorante. Quem fala que a crise nem existe não passa de um canalha safado mesmo. E só existem esses dois tipos entre os petistas…

Rodrigo Constantino

Rodrigo Constantino é economista formado pela PUC-RJ, com MBA de Finanças pelo IBMEC. Trabalha desde 1997 no mercado financeiro, como analista de empresas e administrador de portfolio. É autor do livro "Prisioneiros da Liberdade", da editora Soler.

Deixe um comentário

Informações marcadas com (*) são obrigatórias. Código HTML básico é permitido.

  • Copyright © 2007. www.rplib.com.br . Todos os direitos reservados.

    Republicação ou redistribuição do conteúdo do site RPLIB é permitido desde que citada a fonte. O site RPLIB não se responsabiliza por opiniões, informações, dados e conceitos emitidos em artigos e colunas assinados e nos textos em que é citada a fonte.