Sáb10192019

Last updateDom, 01 Set 2013 9am

12 Jan 2016

E O CRIME VENCEU...UMA VEZ MAIS

Escrito por 

Inépcia, incompetência e descaso das autoridades governamentais que não cumpriram as partes que lhes cabiam no processo de ocupação das áreas de risco. Policiais se queixam da falta de apoio, de munição, alimentação adequada  e atraso de pagamento.

 

Por Gen Div GILBERTO PIMENTEL

A reportagem divulgada na última semana pela Veja.com tratando da situação da segurança pública no Rio de Janeiro é desoladora; e vergonhosa, pois escancara a incapacidade do estado de cumprir mais uma de suas obrigações fundamentais em proveito dos seus cidadãos: a garantia da liberdade de ir e vir. Já não bastasse a falência do sistema de Saúde.

Dá conta o artigo do fracasso das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) e como o crime dito organizado voltou a exercer domínio pleno nas comunidades de risco. Algumas unidades simplesmente foram expulsas pelos bandidos; em outras os policiais, acuados, sequer ousam deixar o interior dos precários containers que lhes foram destinados em caráter provisório e que nessa situação continuam depois de anos decorridos.

Em algumas comunidades, ainda segundo a reportagem, as UPPs admitem acordo informal com os criminosos dividindo o território de atuação: surgem então as chamadas “regiões perdidas”onde o tráfico age com inteira liberdade.

Inépcia, incompetência e descaso das autoridades governamentais que não cumpriram as partes que lhes cabiam no processo de ocupação das áreas de risco. Policiais se queixam da falta de apoio, de munição, alimentação adequada  e atraso de pagamento.

Está praticamente posto fora o trabalho que parecia inaugurar uma nova era no combate à criminalidade no estado e que contou com a eficiente participação das FFAA, do esforço e criatividade de um Secretário de Segurança como poucos e de um competente Comandante da PM, que percebendo a inutilidade dos seus esforços, há dias entregou o cargo.

Não se compreende como não nos convencemos todos, de vez, que a virulência e crueldade dos bandidos não admitem meia força nem qualquer tipo de tergiversação. Ou eles são definitivamente extinguidos ou nos destroem.

E quem não aceite isso, sinceramente, para nós, é aliado do crime, não da sociedade honesta.

Nossa cidade, é duro admitir, não está em condições e nem merece, hoje, sediar um evento de nível global como são as Olimpíadas. Não vemos como assegurar condições adequadas de segurança aos milhares de visitantes que aqui virão dentro de poucos meses.

 

* O autor é presidente do Clube Militar

Deixe um comentário

Informações marcadas com (*) são obrigatórias. Código HTML básico é permitido.

  • Copyright © 2007. www.rplib.com.br . Todos os direitos reservados.

    Republicação ou redistribuição do conteúdo do site RPLIB é permitido desde que citada a fonte. O site RPLIB não se responsabiliza por opiniões, informações, dados e conceitos emitidos em artigos e colunas assinados e nos textos em que é citada a fonte.