Seg10212019

Last updateDom, 01 Set 2013 9am

09 Dez 2015

MAIS UMA CARTA PARA DILMA QUE "VAZOU"

Escrito por 

Estou pensando se a carta que escrevi vai ou não vazar. O linguajar talvez seja impróprio para menores de idade, pois quando penso em Dilma, meus instintos mais primitivos afloram em mim…

 Priscila Chammas

Ela ataca novamente com nova postagem impagável, pela objetividade ao resumir as vantagens da desgraça chamada PT, com toque de leveza e humor. Falo de Priscila Chamas, que já havia incendiado as redes sociais com um desabafo contra o “mimimi” dos petistas “escandalizados” com o pedido de impeachment ser acatado por Eduardo Cunha. Eis a carta que escreveu agora para Dilma mas que, pasmem!, também “vazou”:

Salvador, 08 de dezembro de 2015.

Senhora mulher sapiens,

Carpe diem (disseram que é chique começar em latim)

Ao contrário do que está pensando, escrevo para agradecer. Sim, juro. Estou muito satisfeita com o bem que a sua gestão tem feito para o país. Em menos de 5 anos de governo, você fez mais oposição ao PT do que o PSDB em toda a sua existência. Seu governo é um case de sucesso na demonstração empírica de todos os princípios liberais. De um jeito meio torto, é verdade. Mas ajudou muito. Obrigada.

1) Você mostrou a merda que dá deixar empresas (Petrobras, Eletrobras, Correios, etc) sob a administração estatal;

2) Provou que interferir artificialmente em preços e juros definitivamente não dá certo, pois uma hora a bomba estoura;

3) Que incentivar o consumo por meio de crédito só gera uma multidão de endividados a médio prazo;

4) Demonstrou divinamente que Thatcher tinha razão: o dinheiro dos outros um dia acaba;

5) Cortou Bolsa Família, Ciência sem Fronteiras, Fies, Minha Casa Minha Vida, etc, apenas para mostrar que se não há produção de riquezas, também não há o que distribuir

6) Acabou com a falácia de que regimes de esquerda são bons para os pobres a longo prazo;

7) Não tem a mesma habilidade do Molusco Al Capone da Silva para esconder os mal feitos e dizer que não sabia de nada (apesar de ser absolutamente crível que tenha assinado Pasadena sem ler);

8) Fazendo tudo errado, fez surgir/crescer no Brasil uma nova corrente de pensamento para se contrapor à intelectualidade de esquerda predominante desde a época da ditadura;

9) E como se não bastasse, ainda ganhou a eleição no ano passado e teve que pagar você mesma pelos erros cometidos, arrasando não apenas a sua própria popularidade, como respingando também no companheiro que fez tudo que você fez, mas era pós – graduado em cara-de-pau (Ok, a gente está tendo que pagar também, mas pelo menos assim ficou claro de quem é a culpa).

Obrigada, valeu mesmo, thank you e gracias!

Agora que já fez o seu papel, acabou a brincadeira. Se pique dessa cadeira e deixe alguém arrumar a bagunça.

Respeitosamente,

Priscila

Estou pensando se a carta que escrevi vai ou não vazar. O linguajar talvez seja impróprio para menores de idade, pois quando penso em Dilma, meus instintos mais primitivos afloram em mim…

Última modificação em Quarta, 09 Dezembro 2015 11:22
Rodrigo Constantino

Rodrigo Constantino é economista formado pela PUC-RJ, com MBA de Finanças pelo IBMEC. Trabalha desde 1997 no mercado financeiro, como analista de empresas e administrador de portfolio. É autor do livro "Prisioneiros da Liberdade", da editora Soler.

Deixe um comentário

Informações marcadas com (*) são obrigatórias. Código HTML básico é permitido.

  • Copyright © 2007. www.rplib.com.br . Todos os direitos reservados.

    Republicação ou redistribuição do conteúdo do site RPLIB é permitido desde que citada a fonte. O site RPLIB não se responsabiliza por opiniões, informações, dados e conceitos emitidos em artigos e colunas assinados e nos textos em que é citada a fonte.