Sáb03282020

Last updateDom, 01 Set 2013 9am

06 Nov 2014

GRANDE VITÓRIA REPUBLICANA MOSTRA SOLIDEZ DA DEMOCRACIA AMERICANA

Escrito por 

Para quem valoriza o caráter excepcional dos Estados Unidos na defesa das liberdades, sua incrível trajetória democrática, e os importantes limites constitucionais que a população sempre impôs ao seu governo, a vitória dos Republicanos nessas eleições só pode ser vista como alvissareira, uma luz de esperança que se acende.

 

O domínio republicano na Câmara após a grande vitória desta semana será o maior de um partido nas últimas décadas. Obama foi massacrado. Seu governo medíocre foi inversamente proporcional ao clima de euforia e expectativas de quando foi eleito. Não entregou. A decepção foi enorme, e o resultado está aí, com a avassaladora derrota dos Democratas.

Isso mostra que a democracia americana é sólida, preserva uma saudável alternância de poder, mostra-se capaz de corrigir rumos equivocados. Obama era um grande embuste desde o começo, ao menos para aqueles com olhares mais atentos. Escrevi duras críticas a ele desde o primeiro momento, quando o homem era tratado quase como um ser divino por aí e chegou a ganhar o Nobel da Paz antes de tomar qualquer medida.

Talvez o presidente americano com maior viés de esquerda dos últimos tempos, era também um dos mais frouxos na questão externa, incapaz de honrar o fardo e o legado da potência americana como “polícia do mundo”. O que não o impediu de autorizar vários ataques, que fique claro aos que ainda alimentam utopias pacifistas. Mas sua visão de mundo, que rejeita o aspecto excepcional de seu pais na luta pela liberdade, contribuiu para o avanço de inimigos dessa liberdade, cada vez mais ousados e organizados.

A economia também teve desempenho tímido, mas nem foi o calcanhar de Aquiles de Obama, mostrando que nem sempre é verdadeira a máxima de que tudo se resolve pela atividade econômica. Há votos mais ideológicos, mais voltados para aspectos morais, para representar a visão de mundo dos eleitores e qual papel desejam atribuir aos Estados Unidos, que já foi o farol do mundo livre e líder no combate aos diversos tipos de tirania, como o comunismo, o nazismo e o fascismo.

Não obstante, a vitória dos Republicanos, tradicionalmente mais ortodoxos, deve representar um obstáculo forte aos estímulos estatais do governo Obama, que produzem algum crescimento econômico no primeiro momento, mas plantam as sementes de crises futuras. Os Republicanos preferem falar em reformas estruturais que aumentem a produtividade do país, e não em subterfúgios e atalhos que servem apenas para ganhar tempo.

Para os países emergentes, como o Brasil, isso pode significar o fim de uma era de moleza, em que os Estados Unidos inundavam o mundo com dólares abundantes, permitindo um fluxo contínuo de investimento direto para esses locais. Em última instância, a decisão monetária cabe ao Federal Reserve, que é independente e presidido por Janet Yellen, mais alinhada ao perfil dos Democratas. Mas sem dúvida haverá maior pressão contra tais práticas.

Para quem valoriza o caráter excepcional dos Estados Unidos na defesa das liberdades, sua incrível trajetória democrática, e os importantes limites constitucionais que a população sempre impôs ao seu governo, a vitória dos Republicanos nessas eleições só pode ser vista como alvissareira, uma luz de esperança que se acende.

Rodrigo Constantino

Rodrigo Constantino é economista formado pela PUC-RJ, com MBA de Finanças pelo IBMEC. Trabalha desde 1997 no mercado financeiro, como analista de empresas e administrador de portfolio. É autor do livro "Prisioneiros da Liberdade", da editora Soler.

Deixe um comentário

Informações marcadas com (*) são obrigatórias. Código HTML básico é permitido.

  • Copyright © 2007. www.rplib.com.br . Todos os direitos reservados.

    Republicação ou redistribuição do conteúdo do site RPLIB é permitido desde que citada a fonte. O site RPLIB não se responsabiliza por opiniões, informações, dados e conceitos emitidos em artigos e colunas assinados e nos textos em que é citada a fonte.