Seg12092019

Last updateDom, 01 Set 2013 9am

27 Ago 2014

O "TARIFAÇO" QUE DILMA ACUSA A OPOSIÇÃO DE DESEJAR JÁ COMEÇOU!

Escrito por 

A marca registrada do governo Dilma na gestão econômica é seu voluntarismo, fruto da arrogância de que basta “vontade política” para resolver tudo com base na intervenção estatal. O mecanismo de preços livres, fundamental para transmitir informações relevantes aos investidores, foi totalmente destruído.

 

A marca registrada do governo Dilma na gestão econômica é seu voluntarismo, fruto da arrogância de que basta “vontade política” para resolver tudo com base na intervenção estatal. O mecanismo de preços livres, fundamental para transmitir informações relevantes aos investidores, foi totalmente destruído. Preços foram represados pelo governo, com anúncios populistas em cadeia nacional de televisão. Algo insustentável.

O custo da irresponsabilidade chegou. E o que faz a presidente Dilma? Acusa a oposição de desejar impor um “tarifaço” se eleita. Mas vejam a ironia da coisa: o “tarifaço” já está em curso, sob o próprio governo Dilma! Desta vez serão os consumidores do Piauí, Alagoas, Maranhão e Paraíba que sofrerão aumento de até 30% na conta de luz:

A Aneel aprovou nesta terça-feira o aumento na conta de luz em quatro estados do Nordeste. Os reajustes entram em vigor partir da próxima quinta-feira. No Piauí, a Eletrobras Distribuição Piauí (Cepisa) a tarifa vai aumentar 24,93% para os consumidores residenciais e comerciais (baixa tensão), enquanto para as indústrias (alta tensão) será de 29,14%. A distribuidora presta serviço para um milhão de unidades consumidoras localizadas em 224 municípios do Piauí.

Em Alagoas, os consumidores residenciais e comerciais (baixa tensão) da Companhia Energética de Alagoas (Ceal) vão ter um reajuste de 30,02%. Para os industriais (alta tensão), será de 37,08%. A distribuidora atende 950 mil unidades consumidoras localizadas em 102 municípios alagoanos. Os aumentos foram aprovados nesta terça-feira durante reunião pública da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Outro aumento autorizado pela Aneel foi o da Cemar, distribuidora do Maranhão, que presta serviço para 2,1 milhões de unidades consumidoras localizadas em 217 municípios do estado. Para as residências e comércio, o reajuste será de 24,11%, e para a indústria de 24,16%. O aumento começa a vigorar nesta quinta-feira, dia 28.

Na Paraíba, o valor da conta de luz vai subir em 1,265 milhão de unidades consumidoras de 216 municípios do estado. A tarifa dos consumidores residenciais e comerciais vai aumentar 21,43% e das indústrias 22,75%.

A quem Dilma quer continuar enganando com seu discurso? Às próprias vítimas de suas trapalhadas? Os nordestinos vão mesmo ter de escutar a “presidenta” afirmando que vem “tarifaço” por aí se Aécio Neves ou Marina Silva vencerem, enquanto são obrigados a pagar quase 30% a mais na tarifa de luz a partir de agora?

Rodrigo Constantino

Rodrigo Constantino é economista formado pela PUC-RJ, com MBA de Finanças pelo IBMEC. Trabalha desde 1997 no mercado financeiro, como analista de empresas e administrador de portfolio. É autor do livro "Prisioneiros da Liberdade", da editora Soler.

Deixe um comentário

Informações marcadas com (*) são obrigatórias. Código HTML básico é permitido.

  • Copyright © 2007. www.rplib.com.br . Todos os direitos reservados.

    Republicação ou redistribuição do conteúdo do site RPLIB é permitido desde que citada a fonte. O site RPLIB não se responsabiliza por opiniões, informações, dados e conceitos emitidos em artigos e colunas assinados e nos textos em que é citada a fonte.